Questão Brasil nº 87 | 24 de Maio de 2016

Assuntos de Goiás TV

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Fila com 80 delatores da Odebrecht começa a andar na semana que vem

Antes de falar às autoridades, porém, os interessados na delação premiada precisam enviar uma proposta do que têm para falar aos investigadores via advogados de defesa.
Os procuradores avaliam o material e decidem se as informações são relevantes. Só a partir daí é que os candidatos a delatores são chamados para depor fisicamente. Cada nome aprovado pela força-tarefa se torna um anexo — como se fosse uma pasta nova com a delação.
Alguns delatores serão ouvidos apenas uma vez, enquanto outros poderão retornar ao MPF diversas vezes. O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, por exemplo, depôs mais de 200 vezes antes de ir para a prisão domiciliar. O doleiro Alberto Youssef foi ouvido 130 vezes. 
Funcionários da empreiteira vão respeitar ordem virtual para depor até março de 2017


.

Seguidores